Empresa de Brasília lança campanha “Fica em casa vovós”

  • quinta-feira, julho 23, 2020
  • By Nicole
  • 0 Comments

Vovó, obrigado pelo seu amor sem medidas! | Blog Leiturinha

A Padrão Enfermagem cria ação em comemoração ao dia dos avós, comemorado no dia 26 de julho. O objetivo é estimular a conscientização da importância do isolamento social do grupo de risco

Neste domingo, dia 26, é comemorado o dia dos avós. Eles nunca medem esforços pelos seus netos e são responsáveis pelas melhores memórias afetivas que temos da infância. Em época de pandemia, que já dura em torno de 4 meses, eles são o principal grupo de risco e vários netos não podem beijá-los e abraçá-los. A saudade é tanta, porém a saúde deles é o bem mais importante nesse momento.

Para que a data não passe em branco, a Padrão Enfermagem, em conjunto com as famílias clientes da empresa, preparou um presente para os vovôs e vovós. Foram gravados depoimentos de apoio ao isolamento social, com mensagens dos netos demonstrando todo o amor pelos seus entes queridos e incentivando aos avós ficarem em casa para terem um reencontro saudável quando a vida voltar à normalidade.

Para o idealizador do projeto, Eduardo Lineker, a iniciativa é importantes pois “traz uma força de apoio emocional para os idosos que estão em isolamento por muito tempo. Com esses depoimentos, afeto é reavivado se tornando um combustível para que permaneçam isolados sem riscos de contaminação do Covid-19”, defende.

Com a pandemia, o convívio ficou prejudicado com o neto Theo, de 2 anos. Yara que já vive a realidade da pandemia em função do seu ofício acredita que os avós estejam sofrendo bastante e viu nessa campanha a oportunidade de diminuir um pouco a distância e a saudade. “É um campanha que ao mesmo tempo demonstra um cuidado, afinal essa doença pode ser muito séria em alguns grupos de pacientes. É também uma demonstração de afeto, de empatia, de amor, pois os avós não foram esquecidos, eles são tão amados que estão sendo guardados e protegidos para um reencontro em breve. Estamos descobrindo outras formas de demonstrar o nosso amor, se não podemos nesse momento abraçá-los e beijá-los, podemos cuidar, servir e mesmo de longe, nos fazer presente “, explica.



A cardiologista, Yara Aguiar está afastada da sogra desde meados de março, Leonor Eccard, de 68 anos. Segundo Yara, a idosa é portadora de cardiopatia com uso de marcapasso cardíaco, além de hipertensão arterial sistêmica. A médica conta que a relação de Leonor com os netos é de muita proximidade e do afeto dos almoços de domingo.

Com a pandemia, o convívio ficou prejudicado com o neto Theo, de 2 anos. Yara que já vive a realidade da pandemia em função do seu ofício acredita que os avós estejam sofrendo bastante e viu nessa campanha a oportunidade de diminuir um pouco a distância e a saudade. “É um campanha que ao mesmo tempo demonstra um cuidado, afinal essa doença pode ser muito séria em alguns grupos de pacientes. É também uma demonstração de afeto, de empatia, de amor, pois os avós não foram esquecidos, eles são tão amados que estão sendo guardados e protegidos para um reencontro em breve. Estamos descobrindo outras formas de demonstrar o nosso amor, se não podemos nesse momento abraçá-los e beijá-los, podemos cuidar, servir e mesmo de longe, nos fazer presente “, explica.

 
Gostou do post? Nos conte nos comentários e compartilhe com os amigos.

Nos acompanhe nas redes sociais:

You Might Also Like

0 comentários