5 dicas para começar a investir depois dos 40 - Nica por aí

5 dicas para começar a investir depois dos 40

  • quinta-feira, setembro 24, 2020
  • By Carla Sabrina
  • 0 Comments

A especialista em finanças é fundadora da maior plataforma de entretenimento financeiro do mundo,a Me Poupe!, e impacta mais de 15 milhões de pessoas todos os meses


Muitas pessoas acreditam que depois dos 40 algumas situações ficam incontornáveis, como, por exemplo, a falta de planejamento financeiro. Entretanto, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE – a expectativa de vida dos brasileiros é de 79,9 anos para mulheres e de 72,8 para homens. Pensando nisso, aos 40 ainda existe muita vida para viver e bastante tempo para investir. 


Nathalia Arcuri, especialista em finanças e fundadora da plataforma de entretenimento financeiro Me Poupe!, reuniu cinco dicas para quem já passou da casa dos 40 anos e quer investir. Mas antes, Arcuri alerta que é necessário querer, não só o dinheiro, mas também fazer as ações necessárias para ter bons investimentos e estudar, porque é por meio da educação que se alcança a liberdade. 


1 – Faça simulação de investimentos


No site da Me Poupe! deixamos disponíveis vários simuladores gratuitos e para quem está começando, o melhor é o simulador de Juros Compostos. Nele é possível colocar o valor que a pessoa tem ou gostaria de investir. É importante também ter metas, entender o motivo pelo qual você precisa do valor estipulado. A simulação auxilia na visualização do objetivo sendo alcançado e inspira a correr atrás.


2 – Saiba o que é essencial


Para isso é importante colocar no papel para onde o dinheiro está indo. Uma técnica que ensino é pegar os três últimos extratos do banco e as três últimas faturas do cartão e com três canetas de cores diferentes, marcar os gastos que não podem ser reduzidos com uma cor, os que podem ser diminuídos de outra e os gastos que podem ser eliminados totalmente, com a terceira cor. 


3 – Viva dois degraus abaixo


Isso significa diminuir os custos de vida, ou seja, morar em uma casa com um aluguel menor, vender o carro e até trocar os filhos de escola. O grande problema das pessoas é querer viver com exatamente aquilo que recebe, sem pensar no futuro. Uma pessoa de 20 anos pode viver apenas um degrau abaixo, ou seja, poupar e investir uma porcentagem menor da renda, porque ela tem mais tempo de juros compostos rendendo para ela. Já uma pessoa de 40 anos ou mais, precisa correr um pouco mais contra o tempo. Então se essa pessoa tem uma renda de R$ 3 mil e quer se manter vivendo com esse valor, precisa encontrar formas para ganhar mais R$ 3 mil para investir, por exemplo – e um caminho é fazer renda extra.


4 – Crie um boleto pessoal


Ou seja, pague um boleto para você mesma, junto com as demais contas do mês. Pague para a sua versão do futuro. Esse boleto nada mais é do que o investimento que precisa ser feito mensalmente. É recomendado que esse valor seja correspondente a pelo menos 30% da renda mensal. Esse investimento deve ser distribuído em reserva de emergência, aposentadoria e sonhos de médio/longo prazo. 


5 – Invista melhor


Estudar investimentos e saber avaliar as melhores opções é fundamental para acelerar os resultados. Não adianta seguir as outras dicas e deixar o dinheiro na poupança, que é um dos piores investimentos que há, ainda mais com a Taxa Selic a 2% ao ano. Atualmente, a forma de ter ganhos consideráveis é por meio da renda variável, mas é um território arriscado que antes de ser desbravado, precisa de muito estudo e conhecimento. 



Sobre Nathalia Arcuri e a Me Poupe!


Me Poupe! é a primeira plataforma de entretenimento financeiro do mundo. Fundada pela especialista em planejamento financeiro pelo Insper, Nathalia Arcuri - CEO e diretora de conteúdo da startup. A empresa abrange o canal Me Poupe! no YouTube, curso de finanças, o livro “Me Poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso", o podcast Poupecast, o programa Me Poupe 89!, na Rádio Rock, e conteúdos gratuitos sobre educação financeira no blog e redes sociais. A Me Poupe!, que impacta diretamente mais de 15 milhões de pessoas por mês, atingiu 22 milhões de faturamento em 2019 e foi considerada uma das 100 marcas mais lembradas durante a pandemia. 


Gostou do post? Nos conte nos comentários e compartilhe com os amigos. Nos acompanhe nas redes sociais:

Me chamo Carla Sabrina sou negra, mãe e candanga. Graduanda de Comunicação Social, na área de Publicidade, consultora de moda e marketing, e influenciadora por paixão.

You Might Also Like

0 comentários