Interfarma e CUFA disponibilizam Whatsapp para combater fake news e tirar dúvidas sobre vacinação - Nica por aí

Interfarma e CUFA disponibilizam Whatsapp para combater fake news e tirar dúvidas sobre vacinação

  • domingo, julho 04, 2021
  • By Carla Sabrina
  • 0 Comments



Ação faz parte do conjunto de estratégias elaboradas para a campanha "Movimento Esquadrão da Vacina" que visa elucidar população periférica sobre imunização

De acordo com estudo realizado por cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), as notícias falsas se espalham com 70% mais velocidade que as verdadeiras. Assim como em outros lugares do mundo, as ‘fake news’, ou conteúdo manipulativo também atingem os brasileiros e contribuem para espalhar o caos. Segundo uma pesquisa realizada pelo Data Favela, em fevereiro deste ano, com mais de 2.087 moradores de comunidades do Brasil, 46% dos entrevistados viram ou receberam alguma fake news relacionada à vacina contra a COVID-19 no whatsapp ou redes sociais, por exemplo.

Com objetivo de contribuir com a conscientização e elucidar dúvidas da comunidade sobre as vacinas em geral, a Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa) e a CUFA (Central única das Favelas) criaram a campanha Movimento Esquadrão da Vacina”. No site (www.esquadraodavacina.com.br) é possível encontrar conteúdo sobre as vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). 

Além disso, a campanha realiza ações ‘in loco’ em 12 comunidades do país e também disponibiliza um número de Whatsapp para dúvidas. Inicialmente, a pessoa é atendida por um sistema inteligente que está pronto para tirar dúvidas comuns. Mas, se necessário, o questionamento será levado aos profissionais de saúde para que, assim, seja dada a melhor orientação. 

“Nosso objetivo é ampliar os meios de diálogo para que não surjam mais equívocos a respeito da imunização de outras doenças, além da vacinação da COVID-19. Afinal, não podemos esquecer que as vacinas são fundamentais para a prevenção de dezenove doenças e todas são disponibilizadas por meio do SUS”, explica Elizabeth de Carvalhaes, presidente da Interfarma.

A central está disponível via Whatsapp no número: 11 96622-7349. O atendimento automatizado funciona 7 dias por semana, 24 horas por dia. Já o humanizado está disponível de segunda à sexta-feira das 09h às 17h (com intervalo das 12h às 13h). Aos sábados, domingos e feriados não há atendimento humanizado, mas as dúvidas são respondidas no próximo dia útil.

Segurança das vacinas

Até chegar aos cidadãos, toda vacina licenciada para uso passa antes por um rigoroso processo de produção e avaliação, desde estudos, pesquisas e testes até ser validada e disponibilizada nos postos de saúde. Além disso, no Brasil, elas são avaliadas e aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), órgão vinculado ao Ministério da Saúde. E mesmo depois de licenciadas, o acompanhamento de eventos adversos é constante, permitindo a continuidade de monitoramento da segurança do produto. “Um dos maiores avanços contra as doenças são as vacinas, que revolucionaram o combate às doenças infecciosas e derrubaram a mortalidade infantil. Sua segurança e eficácia, mesmo sendo questionadas, continuam sendo a principal ação sanitária de imunização de massa. Queremos conscientizar as pessoas que elas salvam vidas”, afirma Elizabeth.

Sobre Interfarma

Fundada em 1990, a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) representa no Brasil 50 farmacêuticas responsáveis pela inovação em saúde, com viés científico e tecnológico. A Associação atua propondo soluções conjuntas para a sustentabilidade dos sistemas de saúde, e ainda é responsável por produzir materiais para os servidores e técnicos públicos para muni-los com o máximo de informações e tendências mundiais sobre o setor. Hoje, por meio de suas associadas, a Interfarma contribui para trazer para o Brasil tecnologias capazes de acelerar novos tratamentos e incorporá-los ao Sistemas de Saúde (SUS e Suplementar), proporcionando aos pacientes,longevidade e qualidade de vida. 

Gostou do post? Nos conte nos comentários e compartilhe com os amigos. Nos acompanhe nas redes sociais:

Me chamo Carla Sabrina sou negra, mãe e candanga. Graduanda de Comunicação Social, na área de Publicidade, consultora de moda e marketing, e influenciadora por paixão.

You Might Also Like

0 comentários