Proteínas: conheça suas fontes, benefícios e recomendações - Nica por aí

Proteínas: conheça suas fontes, benefícios e recomendações

  • segunda-feira, novembro 02, 2020
  • By Nicole Regiane
  • 0 Comments

Quando se inicia a busca por uma alimentação mais saudável, uma das questões que surgem é a necessidade da ingestão adequada de proteínas.

Não somente para os praticantes de atividade física, mas as proteínas são de extrema importância na saúde das células e tecidos do corpo (como pele, cabelo, unhas...), na manutenção do sistema imunológico e na reconstituição da massa muscular.

Sabendo da importância do seu consumo, surge uma pergunta bastante frequente: “Quais são as melhores fontes de proteína?”

Por muitos anos, uma dieta hiperproteica era caracterizada pela presença de carnes, ovos e soro de leite, e muitos aderiram ao consumo destes alimentos em busca de um resultado de emagrecimento ou de ganho de massa muscular eficiente. Entretanto, cada dia surge um novo estudo correlacionando o consumo de produtos de origem animal com o aumento do aparecimento de doenças crônicas e inflamatórias.

Diante disso, os estudos recentes apontam a importância da redução do consumo de proteínas animais e incentiva o maior consumo das proteínas de origem vegetal. Dentre elas, as melhores fontes são as leguminosas (feijões, grão de bico, lentilha, ervilha e soja), e em seguida as oleaginosas (amendoim, avelãs, castanha de caju e nozes).


Quanto ao consumo diário desse nutriente, ele varia de acordo com o estilo de vida de cada pessoa. Segundo a Ingestão Dietética de Referência (RDI), maiores de 18 anos que sejam sedentários devem consumir cerca de de 0,8g de proteína/kg de peso/dia. Logo, um adulto de 75 kg deve ingerir diariamente cerca de 56g desse nutriente.

Já para os praticantes de musculação que buscam hipertrofia, a Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva (ISSN) recomenda que a ingestão de proteína seja de 1,2g a 2,0g/kg de peso/dia. Sendo assim, uma pessoa de 75kg, nesse caso, deveria ingerir cerca de 90g a 150g de proteína/dia.

A preocupação com a saúde vem impulsionando a pesquisa e o desenvolvimento de alimentos mais saudáveis. Os iogurtes proteicos tem ganhado destaque uma vez que são produtos de consumo rápido e prático, possuem apelos de sabor, textura e benefícios a saúde. Além disso, produtos proteicos estão no topo da lista das tendências nutricionais.

Para quem busca fontes proteicas gostosas em alimentos a base de vegetais, a Vida Veg tem ótimas opções, como o Veg Protein: o primeiro iogurte proteico 100% vegetal do Brasil. Ele é feito a base de leite de coco, que oferece um aporte de 14 gramas de duas fontes de proteínas vegetais (ervilha e soja não transgênica). Segundo a Daiana Vilela, supervisora de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, “o produto é fonte de fibras, que são pouco encontradas em produtos de origem animal, garantindo saciedade e beneficiando o intestino. Além disso, é rico em cálcio e, por ser de base vegetal, não tem lactose e nem colesterol e o açúcar orgânico é colocado na medida suficiente para a fermentação, com carboidrato reduzido na medida certa para uma boa interação com a proteína. O desenvolvimento deste produto buscou unir a tecnologia com a natureza, de modo a disponibilizar um produto mais nutritivo e gostoso para as pessoas e sustentável para o planeta”.

A nutricionista Lulia Dib explica sobre a qualidade nutricional do produto: “As proteínas vegetais são também antioxidantes (por serem isentas de componentes inflamatórios e virem acompanhadas de outros nutrientes como vitaminas e minerais) e de fácil digestão. O VegProtein apresenta uma porção proteica adequada (14g), uma vez que os estudos indicam que a maioria das pessoas não absorvem mais que 15g de proteína por refeição. Além disso, por ser um produto fermentado e fonte de fibras, pode favorecer a microbiota intestinal e a absorção dos nutrientes. A presença do leite de coco na fórmula faz com que ele seja uma fonte de TCM (triglicerídeos de cadeia média) que fornece energia rápida, estimula a saciedade e garante uma digestão sem picos.

"Anderson Rodrigues, fundador e diretor da Vida Veg, afirma que “a marca está totalmente dedicada à produção de alimentos de base 100% vegetal que consigam entregar o perfeito equilíbrio entre sabor e nutrição e tem o compromisso fundamental de unir nos alimentos o cuidado com a saúde de cada um com a contribuição de todos para um mundo melhor.”

Gostou do post? Nos conte nos comentários e compartilhe com os amigos. Nos acompanhe nas redes sociais:

Me chamo Nicole. Nasci em Brasília, mas morei 6 anos em Ottawa no Canadá. Já tive o prazer de conhecer mais de 90 lugares e 13 países. E foi essa minha paixão por culturas novas que me levaram a começar a compartilhar as minhas aventuras na internet.

You Might Also Like

0 comentários