Tratamentos estéticos também precisam de pré-avaliação geral e consulta com especialista - Nica por aí

Tratamentos estéticos também precisam de pré-avaliação geral e consulta com especialista

  • terça-feira, setembro 07, 2021
  • By Carla Sabrina
  • 0 Comments


Bons resultados só são possíveis quanto o planejamento é feito sob medida considerando o estilo de vida individual de cada pessoa 


Antes de começar qualquer tratamento de saúde, o comportamento mais comum é procurar um médico especialista para fazer uma consulta, exames e só então começar o tratamento indicado por ele. No entanto, quando se fala de estética, as pessoas normalmente agem por impulso e saem comprando pacotes aleatórios sem saber exatamente a necessidade ou capacidade do seu copo para receber os procedimentos. Essa é uma realidade vivida diariamente pela farmacêutica e especialista em estética, Mayara Camargo, que alerta: “Bons resultados só são possíveis com avaliação sob medida considerando o estilo de vida individual de cada pessoa”.  


O ano de 2020, por exemplo, foi o da harmonização facial no Brasil. Segundo o Google Trends, houve um crescimento de 540% nas buscas pelo termo. O dado mais recente do Censo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica,  mostra que em 2018, 49,9% dos procedimentos estéticos eram não-cirúrgicos. São aqueles realizados por clínicas especializadas e credenciadas, como a Farmalaser Estética Avançada, que traz em seu portfólio aplicações de enzimas, varizes, bioestimuladores de colágeno, carboxiterapia, blefaroplastia sem corte, criofrequência, ozonioterapia, fios de sustentação, CO2 Fracionados entre tantos outros. 


De acordo com Mayara, o mais procurado em sua clínica atualmente é a harmonização de orelhas, seguido por procedimentos com foco em emagrecimento e os demais que envolvem harmonização facial. Para qualquer objetivo, a especialista em estética realiza uma consulta prévia de avaliação, para então, indicar o mais indicado. Principalmente no que se refere a reparação de rugas ou diminuição de medidas. “O que teve um excelente resultado para uma amiga, nem sempre será bom para outra, mas elas normalmente chegam empolgadas para obter o mesmo resultado. Então precisamos conversar, avaliar, pesar, medir e entender as reais necessidades de cada uma”. 


Para que um paciente obtenha bons resultados é necessário que um profissional ou uma equipe multiprofissional avalie toda sua rotina, alimentação e saúde, para assim montar um plano de tratamento específico direcionado nos seus objetivos e possibilidades. “Seguindo essa receitinha, os resultados são inacreditáveis, mas quando um paciente vê na internet ou algum conhecido indica,  o que eles está vendo é a realidade de outra pessoa”, pontua Mayara ao reforçar que  cada pessoa é única e tem necessidades únicas por isso é tão importante uma consulta antes de decidir o que é o melhor. 


A especialista mostra exemplos práticos. Uma paciente com percentual de gordura acima de 2 cm, por exemplo e percentual de 38% de gordura corporal, com 4,5 cm de prega de gordura localizada, pode obter ótimos resultados com enzimas e hidrolipo ozonizada, pois, segundo ela, este tratamento tem um poder maior de dispersão. A avaliação prévia, neste caso, envolve até exames de bioimpedância e adipometria. “No entanto, se  a pessoa está um pouco mais magra e vai fazer hidrolipo sem avaliação, ela poderá causar danos ao tecido tendo risco sérios a saúde e a estética da região tratada”. 

 

No caso de rugas profundas, por exemplo, Mayara conta que é preciso fazer um preenchimento antes de aplicar o botox, pois do contrário, ele não terá o efeito esperado. Assim como se for aplicado em uma pele seca e envelhecida terá poucos meses de durabilidade.  “Já uma pele tratada antes,  terá um tempo aumentado e naturalidade no aspecto”.  


Outro ponto avaliado pela farmacêutica é que a busca por tratamento de beleza normalmente está atrelado a uma necessidade mais profunda de melhorar a autoestima e isso vai além melhorar a aparência. Se o resultado não é alcançado, os efeitos negativos podem ser muitos. “Cuidar de si mesmo está relacionado diretamente ao auto cuidado e amor próprio. A busca pela beleza está diretamente ligada à saúde emocional. Sendo bem avaliado, o tratamento estético pode ajudar significativamente a curar uma depressão ou ansiedade”. 


Para que a paciente saia satisfeita, a profissional busca detalhar e alinhar as expectativas com a realidade de cada um. “Explico com clareza o mecanismo de ação do procedimento e por que ele pode não atingir as expectativas, indico um plano direcionado que poderá ter além de custo benefício mais interessante trará satisfação e menor tempo de tratamento. Ou até mesmo indico outras terapias que possam ajudar a atingir o objetivo com menor risco de frustração”.   


Mayara esclarece ainda que ao se submeter a um tratamento estético, ela também está cuidando da saúde. “Ao tratar a gordura localizada no intuito de entrar em uma roupa ou até mesmo usar um certo biquíni, mesmo que inconsciente ela está diminuindo os níveis de colesterol, melhorando o fluxo sanguíneo, aumentando a drenagem linfática e assim automaticamente prevenindo doenças cardíacas e vasculares”. Ela lembra também que ao se sentir feliz com a aparência, o corpo libera hormônios do prazer aumentando os níveis de dopamina e endorfina, diminuindo o estresse, cansaço e ansiedade.  “Todo tratamento traz um benefício para promoção e manutenção da saúde que seja, mental ou física”, finaliza. 

Gostou do post? Nos conte nos comentários e compartilhe com os amigos. Nos acompanhe nas redes sociais:

Me chamo Carla Sabrina sou negra, mãe e candanga. Graduanda de Comunicação Social, na área de Publicidade, consultora de moda e marketing, e influenciadora por paixão.

You Might Also Like

0 comentários